Topo
Blog do Dr. Alexandre Faisal

Blog do Dr. Alexandre Faisal

Categorias

Histórico

66% das mulheres com endometriose profunda apresentam queixas sexuais

Alexandre Faisal

26/05/2018 00h00

Resultado de imagem para endometriosis women

 

Você sabe o que é endometriose profunda ? Clique aqui para votar

         A endometriose é caracterizada pela presença de endométrio localizado fora da cavidade uterina, mais freqüentemente no peritônio pélvico  e nos ovários, mas também na bexiga e intestino. Em alguns casos de endometriose, a infiltração do tecido acometido, como por exemplo, no intestino, é profunda, contribuindo para  o pior prognóstico. Admite-se que a causa da doença seja uma combinação de fluxo menstrual retrógrado com fatores genéticos, hormonais e imunológicos. Cerca de 10 a 20% das mulheres em idade reprodutiva sofrem com o problema. Nos casos de infertilidade e dor pélvica a estimativa para a prevalência é de 50%.  A qualidade de vida das pacientes com endometriose, sendo que dos na relação é comum. Não raros as mulheres perdem o prazer e reduzem a atividade sexual por conta da dor.

         Um estudo brasileiro procurou avaliar a relação entre gravidade da endometriose e qualidade da vida sexual e dor, em  67 pacientes com endometriose profunda presuntiva ou diagnosticada, atendidas em hospital público de São Paulo, antes do início do tratamento. Um questionário validado no Brasil avaliou diferentes dimensões da função sexual. A idade média das mulheres era 39 anos, sendo que 94% delas dor durante as menstruações e 71% referiam dor durante a relação sexual. O resultado mais importante mostra associação entre disfunção sexual e endometriose profunda. Duas em cada três mulheres com a forma mais grave de endometriose apresentavam também disfunção sexual. Em particular as mulheres com endometriose de reto e sigmoide tinham mais queixas sexuais. Os resultados não surpreendem já que a associação entre endometriose e dor durante sexual e disfunção sexual já é bem estabelecida.  

         De fato, a vivência de dor durante a prática sexual tem impacto muito negativo sobre a própria percepção da mulher, que antecipa frustração, falta de prazer  e mais dor nas futuras relações. Este ciclo vicioso não só afeta a vida sexual da mulher, mas também causa sofrimento, angústia e dificuldades interpessoais. Muitas relações podem não durar num cenário tão adverso.

(Lima et al. Função sexual feminina em mulheres com suspeita de endometriose infiltrativa profunda. Rev Bras Ginecol Obstet 2018;40:115–120)

Sobre o Autor

Alexandre Faisal é ginecologista-obstetra, pós-doutor pela USP e pesquisador científico do Departamento de Medicina Preventiva da FMUSP. Formado em Psicossomática, pelo Instituto Sedes Sapientiae, publicou o livro "Ginecologia Psicossomática" e é co-autor do livro "Segredos de Mulher: diálogos entre um ginecologista e um psicanalista”. Atualmente é colunista da Rádio USP (FM 93.7) e da Rádio Bandeirantes (FM 90.9). Já realizou diversas palestras médicas no país e no exterior. Apresenta palestras culturais e sobre saúde em empresas e eventos.

Sobre o Blog

Acompanhe os boletins do "Saúde feminina: um jeito diferente de entender a mulher" que discutem os assuntos que interessam as mulheres e seus parceiros. Uma abordagem didática e descontraída das mais recentes pesquisas nacionais e internacionais sobre temas como gravidez, métodos anticoncepcionais, sexualidade, saúde mental, menopausa, adolescência, atividades físicas, dieta, relacionamento conjugal, etc. Aproveite.